Escopo e Cronograma para Projetos de TI

Trabalho com desenvolvimento de software, e temos muitos casos com erros em cronogramas e contratações.

Muitos cronogramas estouram, milestones e entregas fora do prazo e muitas renegociações. Normal para qualquer projeto, como já diz a frase clássica: A única certeza que se tem em um projeto é que ele vai sofrer mudanças.
Porém por que projetos de software possuem tantos problemas? Grande parte dos projetos falham, atrasam, não são entregues, não possuem todos os requisitos contratados.

Ao verificar um novo projeto normalmente tem-se como base para verificar o escopo e em conseqüência o cronograma os seguintes itens:

- históricos de projetos parecidos
- consulta a pessoas especializadas (no caso de software consulta a analista de sistema e negócio)
- estudo e verificação por function points

Porém trata-se de uma combinação de fatores muito grande, onde desde uma mal verificação de requisitos pode acarretar em problema com cliente na verificação das necessidades intrínsecas e que no final acabam voltando com gold plating e que muitas vezes dão mais problema e trabalho do que o esperado e consomem as "gorduras" do projeto.

Outro item importante que causador de problemas é a contratação verificando apenas uma opnião única ou opinião de alguém sem muito conhecimento no assunto, por exemplo, um pequeno projeto que pode ser apenas a mudança de um layout de relatório que parece simples poder acarretar em uma trabalho gigantesco para quem vai modificar o código interno do programa, porém as horas são orçadas apenas pela visão do layout do relatório.



Como fazer para não errar?

Não existe formula mágica, deve-se cuidar com a contratação, o estudo do escopo, não pensar apenas no faturamento na hora pois quanto mais perto do fim do projeto maior é o custo do retrabalho, seu projeto vai precisar de acompanhamento e vai sofrer mudanças, o importante é estar sempre de olho nos indicadores. Muitas empresas adotam scrum ou outra forma de gerenciamento ágil, são boas formas de estar de olho no andamento e nos problemas que estão ocorrendo e as soluções possíveis com frequencia.
Não se esqueça também das lições aprendidas, fundamental para que novos projetos não cometam erros repetitivos. Um bom plano de projeto deveria trazer referência a documentos de lições aprendidas.

Perto de outros tipos de profissões como engenharia civil, medicina, agricultura , etc, a informática ainda é um bebe em crescimento, errando e buscando o caminho certo, busque sempre o bom sendo e não esqueça de verificar os riscos (positivos e negativos) e planejar os pulmões. Com uma boa gerencia a tendência é que mesmo com os erros os projetos tendem ao sucesso.

att.
Marcus

Comentários

  1. O tempo passa, o tempo voa, mas os problemas, esses não mudam nunca em algumas organizações.

    ResponderExcluir
  2. Grande Odilon! é verdade, a cultura organizacional e as pessoas da empresa influenciam muito. As vezes certas atitudes e "manias" acabam por parecer normal depois de um tempo e as pessoas acustumam, sendo que não discutem atitudes erradas e fazem por que tem que ser feito. Para mudar essa cultura devem ser feitas mudanças fortes inclusive nas pessoas, mas nem todo mundo vê desse jeito.

    abraço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Riscos Inevitáveis

A Batata quente!

A falta de planejamento...