Lições Aprendidas

Você costuma consultar as lições aprendidas, parte dos ativos organizacionais em seus projetos?

Lições aprendidas fazem parte da grande maioria dos projetos, documentos são guardados, reuniões com as partes interessadas são realizadas ou seja, os pontos positivos devem se tornar parte dos novos projetos e as negativas devem ser evitadas.

Normalmente até as empresas que não possuem a prática de guardar documentos ou fazer reuniões e levantamentos de lições aprendidas acabam aprendendo com os erros e mesmo que seja por lembrandas e membros que participaram de projetos anteriores acabam por utilizar o conceito de lições aprendidas.

O objetivo de documentar e apresentar as lições aprendidas é que evitar os mesmos erros em novos projetos e aproveitar as idéias que deram bons resultados nos demais projetos da empresa.

O que ocorre muitas vezes é que devido a fatos como cronogramas apertados, a não importância dos gestores, a falta de prática ou o fato de tornar a criação de lições aprendidas apenas como uma criação de documentos que ficarão guardados como uma rotina burocrática na empresa fazem com que a importância desse processo seja mínimo.

Algumas empresas tornam obrigatório a criação do documento e apresentação de lições aprendidas dos projetos dentro do seu processo de desenvolvimento, sendo que falta deste processo torna-se uma não conformidade e insucesso do projeto. Porém não é o bastante, pois os GP's devem possuir a boa pratica de consultar documentos e stakeholders de projetos anteriores que apresentam semelhanças aos projetos atuais da empresa. Seguindo neste caminho eu já soube de grandes empresas em que no termo de abertura do projeto existem tópicos que abordam a listagem de lições aprendidas de projetos anteriores e que é obrigatória a leitura destes documentos por parte do GP e membros da equipe do projeto.

Para se tornar um hábito e não apenas burocracia, alguns cuidados podem ser tomados para tornar mais prático o uso de lições aprendidas:

- Simplicidade: torna o ato de relatar lições aprendidas como uma forma simples de relatar os problemas, não insira documentos extensos, tente linkar o uso das lições aprendidas aos resultados obtidos.

- clareza de informações: mesmo que apresente termos técnicos tente separar os benefícios e problemas de forma que as parte interessadas encontrem as informações de forma clara.

- classificação: tente classificar as informações, para que as buscas sejam mais fáceis, novos projetos com caracteristicas semelhantes podem encontrar as mesmas soluções.

- utiliza a tecnologia: existem ferramentas e sistemas que auxiliam nos registros e consultas de informações de lições aprendidas.


O uso de lições aprendidas é de uma importância muito grande e precisa ser utilizado sempre, não por obrigação ou por burocracia, mas pelo aperfeiçoamento dos projetos em busca de melhores resultados.

Compartilhe seus sucessos e os problemas encontrados, essas informações podem fazer a diferença nos seus projetos e de outros membros da sua empresa.

att.
Marcus

Comentários

  1. Parabéns pelo post Marcus! Realmente muita gente fala sobre lições aprendidas, mas quase nenhuma empresa aplica. Na minha visão, se não for obrigatório, não funciona. Abraço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Riscos Inevitáveis

A falta de planejamento...

A Batata quente!